CLUBE DO LIVRO
ESTATÍSTICA

Prof. Fernanda Maciel

Inscrições abertas

Para quem é o Clube do Livro?

Pessoas interessadas em Estatística que também buscam:

O que haverá no Clube do livro?

Participe da discussão ao vivo, tire suas dúvidas e traga seus insights.

Conheça melhor o contexto de cada livro.

Sugestão de organização de seu tempo para a leitura.

Para avisos e conversas sobre o momento de leitura de cada um, a fim de que haja interação entre pessoas com interesse em Estatística.

Relação dos próximos livros a serem lidos: agosto de 2022 a janeiro 2023

Leitura de Agosto:

Jordan Ellenberg
Editora Zahar

Para muitos, a matemática que aprendemos na escola é algo totalmente abstrato. O matemático Jordan Ellenberg mostra, porém, que a matemática está em todo lugar e se relaciona com questões do nosso cotidiano. Com humor e irreverência, Ellenberg aborda de modo simples e claro os conceitos mais complicados, sem os jargões próprios da área. Nada escapa desse amplo mosaico: o resultado das eleições presidenciais, o futuro da obesidade, a pintura renascentista italiana, o que o Facebook sabe (e o que ele não sabe) a seu respeito e até mesmo a existência de Deus. A matemática é a ciência de como não estar errado e nos ajuda a pensar melhor – aguça a intuição, afina a capacidade de julgamento, doma a incerteza e é uma ferramenta eficaz para entendermos o mundo de maneira mais profunda e consistente.

Leitura de Setembro:

Kai-Fu Lee
Globo Livros

Apesar de muitos especialistas afirmarem que a IA irá acabar com muitas das profissões que existem, o autor argumenta que, assim como outras grandes revoluções ocorridas na história da humanidade, a IA apenas mudará a forma como trabalhamos. As máquinas, aplicativos e softwares tornarão as jornadas de trabalho menores e aumentarão a geração de renda, fazendo com que as pessoas tenham cada vez mais tempo para se dedicarem ao lazer e a atividades ligadas às artes e ao entretenimento.

Leitura de Outubro:

Charles Wheelan
Editora Zahar

Um livro que nos faz entender os números por trás dos fatos e apreciar a força extraordinária dos dados em diversos aspectos do cotidiano. A estatística é uma ciência que está em toda parte, muito embora seja considerada desinteressante e inacessível por envolver números e dados muitas vezes complexos. Útil, quando usada de forma correta, mas potencialmente desastrosa em mãos erradas, sua aplicação no mundo real é cada vez mais requisitada – seja em relatórios médicos, no resultado de campeonatos esportivos ou em pesquisas eleitorais.

Leitura de Novembro:

Barbara Oakley
Editora Infopress

Neste livro, a Professora Barbara Oakley mostra como você pode aprender e aperfeiçoar-se muito mais fácil e rapidamente aplicando técnicas comprovadas pela pesquisa e usadas por peritos nos campos da arte, música, literatura, ciências, esportes e muitas outras disciplinas. Você aprenderá como o cérebro usa dois modos diferentes de aprendizagem e como ele encapsula as informações, e verá o que você deve fazer para tornar esse processo mais eficiente. Você também descobrirá como as ilusões de aprendizagem podem estar sabotando-o, e aprenderá as melhores técnicas de memória, para lidar com a procrastinação e para aprender assuntos difíceis do modo mais efetivo. 

Leitura de Dezembro:

Nate Silver
Editora Intrínseca

Ter acesso à informação nunca foi tão fácil. Apesar disso, enfrenta-se no dia a dia o desafio de saber o que é relevante em meio a um volume cada vez maior de dados. Entre as diferentes notícias, opiniões e pesquisas que chegam ao conhecimento da população, como identificar o que é útil no momento de traçar um plano, de se preparar para determinado acontecimento, de acertar uma previsão? Para o economista Nate Silver, garantir a qualidade da informação é o primeiro passo. Em O sinal e o ruído, ele examina casos de sucessos e fracassos para determinar o que os melhores previsores têm em comum em diversos campos de atividade, como ao avaliar o desempenho de um político em campanha, o estrago esperado de um furacão ou o avanço de uma epidemia perigosa.

Leitura de Janeiro:

Charles Duhigg
Editora Objetiva

Durante os últimos dois anos, uma jovem transformou quase todos os aspectos de sua vida. Parou de fumar, correu uma maratona e foi promovida. Em um laboratório, neurologistas descobriram que os padrões dentro do cérebro dela mudaram de maneira fundamental. Publicitários da Procter & Gamble observaram vídeos de pessoas fazendo a cama. Tentavam desesperadamente descobrir como vender um novo produto chamado Febreze, que estava prestes a se tornar um dos maiores fracassos na história da empresa. De repente, um deles detecta um padrão quase imperceptível – e, com uma sutil mudança na campanha publicitária, Febreze começa a vender um bilhão de dólares por anos. Um diretor executivo pouco conhecido assume uma das maiores empresas norte-americanas. Seu primeiro passo é atacar um único padrão entre os funcionários – a maneira como lidam com a segurança no ambiente de trabalho -, e logo a empresa começa a ter o melhor desempenho no índice Dow Jones.

Relação dos livros que já foram lidos

2022

Leitura de Janeiro:

Steven D. Levitt e Stephen J. Dubner
Editora Alta Cult

Steven Levitt e Stephen Dubner demonstram que a Economia é, em essência, o estudo dos incentivos ― como as pessoas conseguem o que desejam ou lhes é necessário, principalmente quando outros desejam a mesma coisa ou dela necessitam. Em ambos se dispõem a explorar o lado oculto de… ora, de tudo. A estrutura de uma gangue de crack; a verdade sobre os corretores de imóveis; os mitos do financiamento de campanhas eleitorais; as pistas que apontam um professor trapaceiro. O que liga essas histórias é a crença de que o mundo moderno, a despeito de aparentemente confuso, complicado e enganoso, não é impenetrável nem indecifrável. Na verdade, quando se fazem as perguntas certas, o mundo é ainda mais interessante do que supomos. É preciso, apenas, uma visão nova.

Leitura de Fevereiro:

Cole Nussbaumer Knaflic
Editora ‎Alta Books

“Storytelling com Dados é admiravelmente bem escrito, uma amostra magistral de rara arte no mundo dos negócios. Cole Nussbaumer Knaflic possui uma habilidade única – um dom – em contar histórias usando dados. No JP Morgan Chase, ela ajudou a melhorar nossa capacidade de explicar análises complicadas para a gerência executiva e para os reguladores com quem trabalhamos. O livro de Cole reúne seus talentos em um guia fácil de ler, com exemplos excelentes que qualquer um pode aprender para estimular a tomada de decisão mais inteligente.” ― Mark R. Hillis, diretor-chefe do setor de riscos de hipoteca bancária do JPM Chase.

Leitura de Março:

Foster Provost e Tom Fawcett
Editora Alta Books

Este guia amplo, profundo, porém não muito técnico, apresenta a você os princípios fundamentais do Data Science e orienta-o através do “pensamento analítico” necessário para extrair conhecimento útil e valor de negócios a partir dos dados que você obtém. Ao aprender os princípios do Data Science, você compreenderá as diversas técnicas de mineração de dados usadas hoje. Mais importante ainda, esses princípios sustentam os processos e as estratégias necessárias para resolver problemas de negócios por meio das técnicas de mineração de dados.

Leitura de Abril:

Seth Stephens-Davidowitz
Editora‎ Alta Books

Nesta obra ousada, Seth Stephens-Davidowitz, economista formado por Harvard, defende que muito do que pensávamos sobre as pessoas estava completamente errado. O motivo? Todo mundo mente, para amigos, parceiros, médicos, pesquisas e para si mesmo. Entretanto, não precisamos mais confiar no que as pessoas nos dizem. Novos dados da internet finalmente revelam a verdade. Ao analisar essa mina de ouro digital, podemos agora descobrir o que as pessoas realmente pensam, querem e fazem. 

Leitura de Maio:

Como a estatística revolucionou a ciência no século XX
David Salsburg
Editora Zahar

Um grupo de professores ingleses se reuniu no fim de 1920 para tomar chá numa tarde de verão. O assunto se voltou para uma pergunta curiosa: o gosto do chá muda de acordo com a ordem em que as ervas e o leite são colocados? Essa simples questão resultou em um estudo pioneiro na área. Nesse livro instigante, David Salsburg conta como a estatística transformou radicalmente os métodos de pesquisa na ciência, aumentando a credibilidade da investigação em diversos campos do saber, tais como a medicina, a política e a publicidade. Tudo de forma leve, partindo de quadros biográficos como o que inspirou o título dessa edição. O prefácio foi escrito pelo autor especialmente para a edição brasileira, com os desenvolvimentos da estatística no país.

Leitura de Junho / Julho:

Daniel Kahneman
Editora ‎Objetiva

Em Rápido e devagar: duas formas de pensar, Daniel Kahneman nos leva a uma viagem pela mente humana e explica as duas formas de pensar: uma é rápida, intuitiva e emocional; a outra, mais lenta, deliberativa e lógica. Kahneman expõe as capacidades extraordinárias – e também os defeitos e vícios – do pensamento rápido e revela a influência das impressões intuitivas nas nossas decisões. As questões colocadas por Kahneman se revelam muitas vezes inquietantes: é verdade que o sucesso de um investidor é completamente aleatório e que sua habilidade no mercado financeiro é apenas uma ilusão? Por que o medo de perder é mais forte do que o prazer de ganhar? Kahneman revela quando podemos ou não confiar em nossa intuição. Oferece insights práticos e esclarecedores sobre como tomamos decisões nos negócios e na vida pessoal, e como podemos usar diferentes técnicas para nos proteger contra falhas mentais que muitas vezes nos colocam em apuros.

Relação dos livros que já foram lidos

2021

Leitura de Julho:

Darrell Huff
Editora Intrínseca

Quando foi publicado pela primeira vez, em 1954, o livro de Darrell Huff foi saudado como pioneiro em conjugar linguagem simples e ilustrações para tratar de um tema polêmico e controverso: o mau uso da estatística para maquiar dados e abalizar opiniões. Hoje, em tempos de internet e big data, o livro continua genuinamente subversivo e ainda mais relevante. Qual é, afinal, o grau de confiança que devemos depositar nas análises estatísticas?

Leitura de Agosto:

Charles Wheelan
Editora ‎Zahar

Um livro que nos faz entender os números por trás dos fatos e apreciar a força extraordinária dos dados em diversos aspectos do cotidiano. A estatística é uma ciência que está em toda parte, muito embora seja considerada desinteressante e inacessível por envolver números e dados muitas vezes complexos. Útil, quando usada de forma correta, mas potencialmente desastrosa em mãos erradas, sua aplicação no mundo real é cada vez mais requisitada – seja em relatórios médicos, no resultado de campeonatos esportivos ou em pesquisas eleitorais.

Leitura de Setembro:

Malcolm Gladwell​
Editora Sextante

Costumamos acreditar que trajetórias excepcionais, como a dos gênios que revolucionam o mundo dos negócios, das artes, das ciências e dos esportes, devem-se unicamente ao talento. Mas neste livro você verá que o universo das personalidades brilhantes esconde uma lógica muito mais fascinante e complexa do que aparenta.

Leitura de Outubro:

Leonard Mlodinow
Editora‎ Zahar

Não estamos preparados para lidar com o aleatório e por isso não percebemos como o acaso interfere em nossas vidas. Nesse livro notável, Mlodinow combina os mais diferentes exemplos para mostrar que as notas escolares, diagnósticos médicos, sucesso de bilheteria e resultados eleitorais são, como muitas outras coisas, determinados por eventos imprevisíveis. 

Leitura de Novembro:

Cathy O'Neil
Editora Rua do Sabão

Vivemos na Era do Algoritmo. Cada vez mais, as decisões que afetam nossas vidas ― onde estudamos, se obtemos um empréstimo para comprar um carro, quanto pagamos pelo seguro saúde ― estão sendo tomadas por modelos matemáticos. Em teoria, isso deveria nos conduzir para um mundo mais justo: todos são julgados de acordo com as mesmas regras e o preconceito é eliminado. Mas, como Cathy O’Neil revela neste livro urgente e necessário, a verdade é justamente o contrário.

Leitura de Dezembro:

Hans Rosling​
Editora ‎Record

Um livro que destrói mitos apresentando fatos e estatísticas de forma clara e divertida. Tomando emprestado o conceito de mindfulness (o ato de ter atenção plena nas experiências, atividades e sensações do presente), os autores propõem a ideia de factfulness: o hábito libertador de só ter opiniões baseadas em fatos. Inspirador, bem-humorado e cheio de histórias emocionantes, Factfulness é um livro urgente e essencial que mudará a maneira como você vê o mundo e o capacitará a responder melhor às crises e oportunidades do futuro.

Quem é a Professora Fernanda Maciel?

Prof. Fernanda Maciel
Prof. Fernanda Maciel

Professora na California State University, nos Estados Unidos, leciona disciplinas de Business Analytics e Análise de Dados para alunos da Graduação e Mestrado.

 

Idealizadora, fundadora e professora do Curso de Estatística para Ciência de Dados e Business Analytics – 100% online e em português. 

 

Seu Doutorado em Business Analytics e Mestrado em Marketing Analytics foram realizados na Bentley University, em Boston, EUA.

 

Fez MBA com foco em Marketing pela PUC-Rio e graduação em Estatística pela UFRJ.

Clube do Livro de Estatística

Prof. Fernanda Maciel

R$ 87,00

por trimestre

Se você chegou até aqui significa que você tem interesse em participar do Clube. Não perca a oportunidade de entrar agora e finalizar o ano com 6 livros de Estatística lidos e discutidos.
Garantia do Clube do Livro de Estatística

© 2021 Prof. Fernanda Maciel

producao@proffernandamaciel.com.br